Está aqui

Reforço de três milhões de euros para projetos de investimento florestal no âmbito do FEADER

Reforço de três milhões de euros para projetos de investimento florestal no âmbito do FEADER

O Governo decidiu por despacho n.º 8640-A/2017 que o Fundo Florestal Permanente (FFP) iria reforçar num valor de três milhões de euros a contrapartida nacional disponível para financiamento de projetos de investimento florestal no âmbito do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER).

O Fundo Florestal é um instrumento financeiro necessário à concretização da Estratégia Nacional para as Florestas. Criado em 2004, através do Decreto-Lei n.º 63/2004, de 22 de março, visa apoiar a gestão florestal sustentável, em conformidade com a Lei de Bases da Política Florestal, aprovada pela Lei n.º 33/96, de 17 de agosto.

Os apoios financeiros a conceder pelo FFP enquadram-se nomeadamente no eixo de intervenção da “promoção do investimento, da gestão e do ordenamento florestais”, de acordo com o Regulamento que estabelece o seu regime de administração, bem como o regime dos apoios a conceder pelo mesmo.

Dentro do eixo de intervenção da “promoção do investimento, da gestão e do ordenamento florestais", é elegível o apoio do reforço da contrapartida nacional disponível para o financiamento de projetos de investimento florestal no âmbito do FEADER, sendo o montante dos mesmos estabelecidos anualmente por despacho do membro do Governo responsável pela área das florestas.

Após aprovação do Plano de Atividades do FFP para o ano 2017, em 27 de setembro de 2017, o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, determinou, por despacho, o apoio de três milhões de euros a conceder pelo FFP para fazer face ao reforço da contrapartida nacional disponível para o financiamento de projetos de investimento florestal no âmbito do FEADER.

Consulte AQUI o Despacho n.º 8640-A/2017, de 29 de setembro.

Fonte: Minha Terra