UE proíbe por completo utilização no exterior de pesticidas nocivos para as abelhas

Os representantes dos Estados-Membros num Comité Permanente apoiaram, no dia 27 de abril, uma proposta da Comissão Europeia para limitar ainda mais a utilização de três substâncias ativas (imidaclopride, clotianidina e o tiametoxame, conhecidas como «neonicotinóides») para as quais um estudo científico concluiu que a sua utilização no exterior prejudica as abelhas. A proteção das abelhas é uma questão importante para a Comissão, uma vez que diz respeito a biodiversidade, à produção alimentar e ao ambiente. Por iniciativa do Presidente Juncker, para quem esta é uma prioridade, o Colégio debateu esta questão em 29 de março de 2017. As restrições acordadas vão além das medidas já em vigor desde 2013.

Saiba AQUI mais informações